San Francisco Shock é a campeã da Overwatch League 2019!

September 29, 2019

 

Em uma final surpreendente, a San Francisco Shock marcou 4 pontos a 0 contra a Vancouver Titans na grande final da Overwatch League 2019, tornando-se a campeã da temporada e saindo-se como a melhor no que se tem como a maior rivalidade já documentada na Liga: dois dos melhores times do campeonato, que já se enfrentaram em finais de playoffs anteriores (e já se consagraram como campeões, cada um com uma vitória, configurando um “empate”), finalmente conseguem sua revanche em uma final histórica. Como campeã, a equipe leva para casa, além do troféu e do título de campeã, um prêmio de US$ 1.100.000 (aproximadamente R$ 4,5 milhões. Pouca coisa, hein?). O jogo foi sediado no Wells Fargo Center, Filadélfia, e contou com uma plateia de 22 mil pessoas.

 

O primeiro mapa, Torre Lijiang, começa com o controle da San Francisco Shock. A Vancouver Titans tentou controlar Sinatraa, o MVP da Overwatch League 2019, mas seu Doomfist estava imbatível e este contava com o apoio de uma San Francisco Shock sincronizada e bem preparada, e eles conseguiram se sobressair contra a equipe inimiga. A Titans conseguiu virar o ponto para si aos 93% de controle, mas mesmo assim, aos 31%, a Shock consegue reverter a situação e leva o primeiro ponto de Lijiang. Já daí pode-se ver que o preparo da San Francisco Shock foi impecável e crucial, visto que a Vancouver Titans tem muita vantagem em mapas de controle.

 

Já nos jardins a Vancouver Titans parecia ter o controle, começando com a vantagem ao capturar o ponto, com destaque para o Doomfist de Haksal. Porém, a San Francisco Shock mais uma vez mostra o nível de preparação e empenho em seus treinos, leva o mapa com 2 pontos a 0, abrindo a série com 1 a 0.

 

O segundo mapa, Eichenwalde, se inicia com uma substituição; Architect substituiu Sinatraa, da equipe San Francisco Shock. Em um ataque inusitado, a San Francisco surge com Bastion e Mei na composição, conseguindo conquistar facilmente todos os pontos, com destaque para Architect de Bastion em cima do lustre no último ponto – este Bastion, inclusive, foi um dos momentos mais marcantes do jogo. No ataque da Titans, o Reaper de Seominsoo estava imbatível. A Shock tentou repetir a estratégia do Bastion, mas a Titans conseguiu combate-los e inutilizou o herói. Conseguiram levar a carga até o terceiro ponto e empatar o mapa. No desempate, a Titans começou atacando e a Shock continuou com o Bastion na composição, e conseguiu impedir que a Titans conquistasse o primeiro ponto – capturou apenas 1/3, o que complicou muito para os titãs de Vancouver. Atacando, a Shock seguiu a mesma estratégia do ataque anterior e conseguiu, em uma virada espetacular, capturar o necessário para conquistar o ponto, marcando o 2-0 da série.

 

Quem mais vai ter pesadelos com esse Bastion?

 

 

Em Templo de Anubis, o terceiro mapa escolhido, Striker substitui Raskal e Sinatraa substitui Architect. A Vancouver Titans começou atacando e conseguiu os dois pontos com facilidade. O ataque da San Francisco Shock foi complicado de início, mas novamente em uma virada, eles conseguiram capturar rapidamente os dois objetivos e empatar a série. No desempate, a Titans consegue capturar o primeiro ponto, mas devido à falta de tempo, a Shock conseguiu defender; no ataque da Shock, eles rapidamente conseguiram desestruturar a defesa da Titans que não esperava que Viol2t tivesse carregado sua suprema tão rapidamente e capturaram o primeiro ponto. Em uma entrada triunfal, a Shock conseguiu entrar no segundo objetivo e marcar o 3-0 da série.

 

O último mapa da série foi Observatório Gibraltar, escolhido provavelmente pela capacidade que a Titans tem em fazer ataques impressionantes. A San Francisco Shock resolve trazer de volta o Bastion de Architect, configurando uma composição de navio pirata. O primeiro e segundo ponto foram entregue sem muitos problemas, e a rotação impecável de Architect chamou a atenção, com posicionamentos precisos e essenciais para o andamento do confronto. Já na defesa da Shock, com um pouco de dificuldade, a Titans conseguiu entregar a carga ao primeiro ponto nos últimos segundos antes da prorrogação. O segundo ponto foi entregue sem mais problemas. Em mais uma jogada incrível de Architect, que atingiu um terreno elevado impensável, a San Francisco Shock conseguiu defender Gibraltar e se consagrar como a campeã da Overwatch League 2019.

 

 

ChoiHyoBin foi o jogador escolhido como MVP das finais, com um Sigma excepcional e com habilidades que sobreviveram às mudanças de meta durante o ano. Há de se exaltar, também, o coach da equipe, Crusty, que conseguiu planejar jogadas nos mínimos detalhes e elaborar planos de ação para que a equipe tivesse o melhor aproveitamento possível nesta final.

 

A Terceira Temporada da Overwatch League começa em 8 de Fevereiro de 2020, com os jogos das equipes Dallas Fuel e Los Angeles Gladiators.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Recentes

November 6, 2019

Please reload

Destaques
Please reload