Blizzcon: Resumo dos acontecimentos em Overwatch

November 9, 2017

 

 

Olá, pessoal! Como têm passado?

Neste final de semana ocorreu a BlizzCon 2017 em Anaheim, Califórnia. Como em todos os eventos deste porte, fomos bombardeados o tempo todo com informações novas sobre todos os jogos da Blizzard, e com Overwatch não foi diferente. Diversas novidades, dentre elas novos mapas a novos heróis, surgiram para deixar a comunidade em polvorosa e ansiosa. Neste post, trago um resumo de tudo o que aconteceu na BlizzCon e que envolve Overwatch. Se você perdeu alguma coisa do evento e está confuso com relação a alguma informação, continua lendo que a gente resolve isso bem rapidinho!



NOVO CURTA: "Honra e Glória"
 

 

O curta mostra a história da origem do cruzado Reinhardt, além de nos aproximar de dois personagens outrora conhecidos: Balderich, líder dos cruzados e comandante da equipe de defesa contra ômnicos em Eichenwalde, “Mountain Infantry Battalion”; e Brigitte, filha de Torbjörn e acompanhante de Reinhardt em suas empreitadas.

O curta nos apresenta um Reinhardt afoito e inconsequente, que aparentemente não se importa de fato com as consequências ruins que possam vir a acontecer com seu grupo. Seu foco e real objetivo é apenas a “glória” de destruir o maior número de inimigos possível (quem nunca achou um Rein desses nos joguinho da vida, né non?). Ele não se importa em jogar-se em meio aos inimigos e mostrar seu poder, como se aquele fosse seu momento, sem a menor pretensão de ser um protetor para seus aliados e sim uma máquina de destruição para seus inimigos. Particularmente, esta personalidade diferenciada do Reinhardt cativou minha atenção.


Além de descobrirmos como Reinhardt consegue seu ferimento no olho esquerdo, vemos também a ascenção do personagem que, ao deparar-se com o sacrifício de seu líder e amigo, percebe que deve interceder por aqueles que são mais frágeis e não podem se proteger. O sacrifício de Balderich, no curta, parece demarcar a linha que divide um antigo Reinhardt inconsequente e instável de um Reinhardt moldado em honra e, acima de tudo, princípios. Neste momento, o cruzado percebeu que honra e glória não se conquistam apenas com a destruição daqueles que ameaçam a paz, mas sim na proteção dos que não podem se defender.

 

NOVA HEROÍNA: Moira
 

 

 

Um dos assuntos mais comentados e que mais gerou controvérsias na comunidade foi o lançamento da geneticista Moira, uma personagem integrante da Talon e completamente inesperada no cenário de Overwatch.


Como já foi abordado em um post anterior, Moira vem como mais uma das opções de suporte para o jogo, podendo tanto curar aliados quanto inferir dano para restaurar sua própria vida. Ela utiliza seu Punho Biótico para curar ou para dar dano, sendo a mão esquerda utilizada para curar aliados e a direita para drenar a vida de seus inimigos, se curar e regenerar sua energia biótica. Esta energia biótica será seu “combustível” para continuar curando. É um suporte aparentemente mais ofensivo, assim como Zenyatta.

 

Seu Orbe Biótico nada mais é do que uma esfera que Moira lança e rebate em paredes até encontrar um aliado ou um inimigo. Moira pode escolher se quer curar ou dar dano, e ele atinge quem estiver perto dele.
 

A heroína possui uma cura razoavelmente boa e necessita de relativa mira, e esta é efetiva em todos os personagens que estiverem na área de efeito do “spray”. Apesar disso, ela não consegue manter esta cura por muito tempo, visto que existe uma barra de energia que se assemelha à Matriz Defensiva da D. Va e que é consumida enquanto Moira usa sua cura. Quando esta barrinha de energia biótica chega ao seu limite, Moira precisa recarrega-la e consegue fazer isso de forma mais rápida enquanto inflige dano ao time inimigo. Também não aparenta ser tão efetiva para flanqueadores do seu time, já que ela só poderá curá-los quando estiverem próximos a ela.
 

Sua habilidade de deslocamento, na verdade, faz com que Moira fique invisível e imune a ataques, possibilitando que a heroína consiga se locomover sem ser vista, o que, para a equipe inimiga, faz parecer um teleporte.

Por minhas percepções e algumas leituras, é provável que Moira modifique pontos no meta ao trazer mais tankers que não utilizem escudos como defesa primária, já que, além de possuir uma ultimate (Coalescência) que ultrapassa barreiras, ela possui uma cura em linha reta que pode suprir as necessidades de cobertura de Winstons, Roadhogs e D. Vas. Ainda não tive tempo suficiente para jogar tanto com a heroína ao ponto de coletar informações mais minuciosas, por isso, gostaria muito de saber a opinião de vocês nos comentários deste post! E já vamos esperar pelo nerf chegando.
 


Existem também teorias relacionadas à lore que vieram à tona. Algumas pessoas especulam que Moira têm responsabilidade pela transformação de Reaper, além da hipótese de ela ser a antagonista da Mercy. Alguns sprays mostram as duas como “opostos”, além do uniforme relativamente parecido. Lembrando que são apenas suposições, ok? A Blizzard não se manifestou sobre isso e quem está especulando são os jogadores.

 

 


 

NOVO MAPA: "Blizzard World" e novas skins
 

 


Após o lançamento de Junkertown, a Blizzard mais uma vez nos surpreende com um novo mapa: “Blizzard World”. Não é nada mais do que um incrível parque temático inspirado nos jogos da Blizzard, com elementos nostálgicos de World of Warcraft, Diablo, Heroes of the Storm e etc. Vejo este mapa como um “marco” cosmético no jogo, visto que, até então, os desenvolvedores refutavam a ideia de fazer um “cross-over” de jogos em Overwatch assim como fazem em outras franquias. Deixo aqui registrada minha frustração por eles não terem mudado de ideia antes e colocado aquela skin maravilhosa de Halloween da D. Va no jogo.


Blizzard World é um mapa híbrido que agrada a todos os tipos de jogadores da Blizzard com suas referências. Os jogadores do ataque agora precisarão destruir os portões de Stormwind (#ForTheHorde!) e guiar a carga até seu destino. O mapa possui diversos terrenos elevados que facilitam o flanqueamento e pontos estratégicos que demandam um gameplay onde posicionamento, timing e estratégia são essenciais.
 

Junto com o novo mapa, também foram anunciadas novas skins que trazem novamente o elemento “cross-over”, ou seja, são inspiradas em personagens de diferentes franquias da Blizzard. Zarya e Roadhog ganham elementos de Diablo ao se mostrarem como Barbarian e Butcher, respectivamente. Reinhardt chega com um visual mais jovial, inspirado na aparência de seu novo curta e Mei também surge com o visual de sua cinemática, “Rise and Shine”. Widowmaker traz a aparência de Nova, do Starcraft. Dê uma conferida em todos os novos visuais!
 

 
Da mesma forma que o novo mapa, estes visuais não serão liberados nos servidores oficiais antes de 2018. Contudo, elas não serão restritas a caixinhas de eventos específicos e estarão disponíveis como skins regulares do jogo. Devo dizer que eu vou vender minha alma por esse visual da Mei ou isso tá muito na cara? #MainMeiFeelings


COPA DO MUNDO DE OVERWATCH
 

 

A Copa do Mundo de Overwatch ocorreu nos dias 3 e 4 de Novembro, durante a BlizzCon 2017 em Anaheim, Califórnia. O time da Coreia do Sul consagrou-se como o grande campeão da edição, estando invicto durante dois anos. Os times do Canadá e da Suécia ficaram, respectivamente, com as medalhas de prata e de bronze.

A final foi disputada pela Coreia do Sul e Canadá, porém a Coreia havia protagonizado uma bela vitória de 4x2 contra o time dos EUA. Foi um dos jogos mais emocionantes da primeira etapa, onde os destaques ficaram para Fl0w3r, da Coreia e Jake, dos EUA. Após isso, os adversários franceses não apresentaram tanta resistência e foram ultrapassados por um 3x1, consagrando o time para a final. Durante a final da Copa, os coreanos consagraram o 4x1 e o título em um jogo fluido e sossegado.

Estas foram as novidades que mais receberam destaque durante a Blizzcon. O que você achou? Deixa sua opinião aqui nos comentários!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Recentes

November 6, 2019

Please reload

Destaques
Please reload