Buscar
  • Clara "Lynn" Abrahão

BLACK é o time feminino da FURIA que disputou a Liga NFA e disputará a Liga Feminina!


Foto: Alexandre Brady/FURIA


Pensar em times que investem no cenário feminino nem sempre é fácil, principalmente para quem já está acostumado a escutar mais "não" do que "sim". Portanto, para nós, é uma honra apresentar a BLACK, time de Free Fire emulador 100% feminino da FURIA, que não participou apenas da Season 5 da Liga NFA, mas também disputará a season 5 da Liga NFA Feminina.


Em seu elenco de estrelas furiosas, temos Karinao, Daay, Colt, LETÍCIAx e Lay, que atua como técnica e analista. Todas elas são de partes diferentes do Brasil e se uniram por um motivo em comum: se tornarem as melhores possíveis no frifinhas e se profissionalizarem no universo gamer.


Karine "Karinao" Alves é do Paraná e começou atuando como suporte por causa da visão do jogo que essa posição proporciona, mas atualmente exerce a função que for necessária para que o time funcione bem.


Gabrielly "Colt" dos Santos, de São Paulo, foi incentivada pelos amigos a levar o jogo mais a sério, e teve sua primeira oportunidade competitiva de fato na Golpistas. A partir de então já representou organizações de peso como UP Gaming, Ninjas, INTZ, Vibe e Vivo Keyd, até chegar na BLACK. Baluda que chama, né?


Letícia "LETÍCIAx" Paula começou no frifas desde os tempos mais primórdios, quando nem existiam ranqueadas ainda no Free Fire. Também influenciada pelos amigos a jogar, pegou gosto pela coisa quando entrou em uma equipe feminina e se destacou em alguns campeonatos. Aí o reconhecimento veio, né? A carioca começou a mostrar o seu valor e a galera foi ao delírio.


Dayane "Daay" Mayara, tentou começar a jogar no celular, mas J5 fraquinho deixou um pouco a desejar e ela viu uma alternativa no emulador, usando o computador do tio. Daí, quando o tio se mudou, ela precisou investir em um PC para continuar com seu sonho e passou quase oito meses vendendo brigadeiro para conseguir dinheiro para comprar um computador. O nome dessa mina é motivação. A partir daí foi só sucesso, né? Com um PC baludo em mãos, ela jogava de 12h a 15h por dia e hoje tá aí brilhando.


Layla "LAY" da Costa é mais uma que compõe o time de cariocas da equipe, natural de São João de Meriti e atua na comissão técnica como analista. Ela começou a jogar Free Fire por influência do irmão, e percebeu que tinha talento como técnica e analista quando ajudava os squads de sua guilda a se prepararem para disputar campeonatos amadores. Ela já passou pelas organizações Konoha, Faz o P, Arca de Noé e hoje agracia a BLACK com seus talentos.


Foto: Divulgação/BLACK


"Nós somos o resultado da força e da união de mulheres sonhadoras."


Se morremos de orgulho? Sim. Mulheres incomparáveis mostrando seus trabalhos grandiosos sempre deixam nosso coração quentinho! E vale lembrar que a Liga NFA Feminina começa no dia 12 de Julho, com muitas outras mulheres talentosíssimas mostrando que estão pra jogo! Não deixem de acompanhar!









12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo